Santo André, * *

Direção do Sindserv Santo André completa 1 ano de mandato
A grande vencedora da eleição sindical acirrada foi a Chapa 2 "Com Honestidade e Trabalho se Conquista" que foi eleita com um número expressivo de votos e contou com o apoio da Fetam-SP/CUT.

Por: Viviane Barbosa, da Redação Sindserv Santo André
Publicação: 14/09/2018

Imagem de Direção do Sindserv Santo André completa 1 ano de mandato

Chapa 2 "Com Honestidade e Trabalho se Conquista" comemora a vitória em 14 setembro de 2017 - foto: Dino Santos

A Direção do Sindserv Santo André comemora um ano de mandato nesta sexta-feira (14) à frente do Sindicato.  Diante de uma conjuntura econômica e política difíceis, com ataques do governo federal aos direitos do funcionalismo, como a Emenda Constitucional 95/2016, que congelou por 20 anos os investimentos na saúde e na educação, o balanço das lutas e conquistas do Sindserv em prol dos servidores foi positivo.

A grande vencedora da eleição sindical acirrada foi a Chapa 2 "Com Honestidade e Trabalho se Conquista" que foi eleita com um número expressivo de votos e contou com o apoio da Federação dos Trabalhadores da Administração e dos Serviços Públicos Municipais no Estado de São Paulo (Fetam-SP), filiada à CUT.

Logo no início a nova Direção conduziu com pulso firme as longas e tensas negociações da Campanha Salarial 2017 com o governo de Paulo Serra. Os servidores estavam há oito meses sem receber.  

Embora o Acordo Coletivo de Trabalho não foi o esperado, o importante é que os funcionários públicos conquistaram melhorias nos direitos, como a 5ª folga abonada, para aniversariantes em dia útil, e o principal:  a manutenção de todos os direitos adquiridos ao longo de muitos anos e às custas de muita luta.

Assistência Médica
 Outra batalha marcante foi contra a precarização da assistência médica e hospitalar – hoje administrada peloInstituto de Previdência de Santo André (IPSA).

O Sindserv Santo André organizou uma agenda de mobilizações, que reuniu centenas de servidores que foram aos protestos no Paço, compareceram às Tribunas Livres na Câmara e denunciaram o caos, caso a GreenLine assumisse a assistência da cidade.

A pressão dos servidores derrotou o prefeito Paulo Serra que tinha o poder de revogar a licitação antidemocrática do IPSA, mas não o fez, e após uma batalha judicial a Intermédica permaneceu como prestadora de serviços.
A saída da GreenLine foi uma vitória para a categoria, mas  o Sindserv continuará cobrando do Paço um modelo de gestão de qualidade na saúde, que não onere mais os servidores.

Nenhum Direito a Menos    

Nunca na história do Sindicato os servidores foram consultados nos locais de trabalho. Nesta Campanha Salarial, o Sindserv Santo André visitou toda a base e levantou mais de 300 propostas de reivindicações, que foram apreciadas em assembleia.
A aprovação do ACT 2018, por ampla maioria da categoria em assembleia, atendeu aos anseios dos trabalhadores que lutavam pela reposição salarial, pelo retroativo da Campanha passada e pela manutenção dos direitos. 

 Um fator marcante nesta Campanha foi a ampla adesão dos servidores da educação e dos setores operacionais, que deram exemplo de força e coragem, nas mobilizações e na paralisação em defesa dos direitos, organizadas pelo Sindicato.
 
Lutas Permanentes
 
A Direção do Sindserv vai avançar mais e já propôs um calendário mensal com a Administração para debater pautas de interesses do funcionalismo: como a implantação do Vale-Refeição para todos (a categoria não aguenta o descaso das marmitas, em péssimo estado), a inclusão dos servidores celetistas no convênio médico, a jornada de 30 horas para as merendeiras e Saúde, além da reclassificação salarial para os assistentes sociais, trabalhadores operacionais nas autarquias, valorização salarial para psicológicos e demais categorias importantes da cidade.


 


Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 3136-0953 /  9+6948-7449
Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Professores e educadores andreenses vestem preto em solidariedade à docente agredida nas redes sociais