Santo André, * *

Secretaria de Educação responderá pedidos do Sindicato sobre Greve Sanitária até segunda-feira (31)
A Secretária de Educação ficou muito sensibilizada com os relatos apresentados da Greve Sanitária e reiterou  que irá conversar com o Prefeito Paulo Serra (PSDB) e com o Secretário de Saúde, Márcio Chaves.

Por: Viviane Barbosa, Redação do Sindserv Santo André
Publicação: 28/05/2021

Imagem de Secretaria de Educação responderá pedidos do Sindicato sobre Greve Sanitária até segunda-feira (31)

card-Reunião

A Secretaria de Educação se comprometeu com o Sindserv Santo André em dar uma resposta até segunda-feira (31) sobre a pauta dos trabalhadores e trabalhadoras da Educação que estão há duas semanas em Greve Sanitária pela Vida.

As diretoras do Sindserv Santo André, as professoras Daisy Dias e Mirvane Dias, conversaram nesta sexta-feira (28) com a Secretária de Educação, Cleide Bochixio, e na ocasião reforçaram o principal encaminhamento aprovado pelos educadores na Assembleia: a manutenção do ensino remoto com imediato cancelamento/suspensão do ensino presencial.

As dirigentes mostraram à Secretária Cleide um boletim de casos suspeitos (abaixo), que é resultado do Canal de Denúncias da Greve Sanitária criado pelo Sindicato pelo WhatsApp. 

Os dados preliminares mostram casos suspeitos e confirmados de COVID-19 em 11 escolas andreenses somente na primeira semana de retorno presencial -- quando a maioria das crianças ainda não foi à escola.

“A Secretária  reiterou  que irá conversar com o Prefeito Paulo Serra (PSDB) e com o Secretário de Saúde, Márcio Chaves, porque é uma questão intersetorial, e que nos dará uma resposta até segunda-feira”, disse a professora e diretora do Sindicato, Daisy Dias.

Professores nunca deixaram de trabalhar
Outra pauta encaminhada pelo Sindicato é o apontamento de faltas/ou não dos professores e trabalhadores (as) da Educação que aderiram à Greve, para que não sejam descontados.

A diretora, Mirvane Dias, reforçou que as professoras e professores nunca deixaram de trabalhar durante a pandemia de COVID-19. “Os profissionais mantiveram o ensino remoto com objetivo de assegurar o vínculo com as crianças, estudantes e adolescentes do EJA. Os professores atenderam remotamente um número maior de crianças em comparação quem retornou presencialmente. Muitas famílias decidiram não enviar seus filhos para escola. A nossa luta é pela segurança e defesa da vida de todos, todas e todes”, frisa a professora.

Não assine nenhum tipo de requerimento

O Sindserv Santo André orienta a todos os trabalhadores e trabalhadoras da Educação que não assinem nenhum requerimento de falta até segunda-feira, bem como não encaminhem nada às suas escolas, o que for referente à falta. A orientação é aguardar a decisão da Secretaria de Educação até essa segunda-feira (31). 

“Apesar dos diretores de escola estarem encaminhando as faltas a Secretária da Educação irá conversar com RH para ver como essa situação será tratada. Caso algum de vocês tenham assinado, não se preocupem, porque se for decidido pela Secretaria de Educação o não corte de ponto, pediremos a suspensão desse documento”, informa a professora Mirvane Dias.

Assembleia da Educação
O Sindserv Santo André agendará após essa devolutiva da Secretaria de Educação uma assembleia com os trabalhadores e trabalhadoras da Educação para organizar os rumos do movimento grevista em defesa da Vida.

Assista ao Vídeo



Boletim-Canal de Denúncias - Semana de 24  a 28 de maio 




Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 9+6948-7446
Editora e Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa MTB 28121
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Prova de Ascensão realizada em 05 de junho de 2021