Santo André, * *

“Semasa Betânia não tem condições em receber 400 servidores da SOSP Guarará, alerta Sindserv Santo André
As transferências dos trabalhadores já começaram. Laudo do Sindicato comprova situação degradante no ambiente de trabalho.

Por: Viviane Barbosa, Redação Sindserv Santo André
Publicação: 23/09/2020

Imagem de “Semasa Betânia não tem condições em receber 400 servidores da SOSP Guarará, alerta Sindserv Santo André

área interna do Semasa Betânia- foto: Sindserv Santo André

O Sindserv Santo André está indignado com a Administração que transferiu às pressas cerca de 400 trabalhadores da Gerência de Manutenção de Vias para o Semasa Betânia que está em obras.

O representante legal do Sindserv Santo André, Durval Ludovico Silva, esteve no local nesta sexta-feira (25) e presenciou a seguinte situação: o espaço não tem condições de habitar ninguém, está em obras, tudo quebrado e com fiação exposta que pode provocar acidentes graves, colocando em riscos os trabalhadores. (fotos abaixo)

“Antes de efetivar a troca, os trabalhadores e o Sindicato esperavam ser contactados para tomarem ciência e poderem opinar por uma mudança com condições de trabalho de forma digna. É desumano colocar os trabalhadores da SOSP Guarará em um espaço que já é pequeno e agora em condições precárias”, alerta Durval.

Para se ter ideia da situação precária, na SOSP Guarará tinha 60 chuveiros que já não davam conta para quase 400 servidores e neste espaço no Betânia só tem 12 chuveiros, que estão todos em reforma. No dia 3 de setembro, dirigentes do Sindicato foram ao Betânia e  apuraram junto aos trabalhadores que esse novo local não comporta todo mundo, além de ser muito pequeno e as condições de trabalho serem precárias.

O refeitório, por exemplo, não tem espaço suficiente para que os trabalhadores façam as refeições. O local também é longe para os servidores que iniciam o trabalho às 6h da manhã.

Laudo comprova condições degradantes

A engenheira do trabalho do Sindicato  fez um laudo sobre as condições  no Semasa Betânia. O estudo mostra que o local não está de acordo com que preconiza os itens da NR (Norma Regulamentadora) 24 número 3.214/78 e da Lei Municipal 8.065, que determina condições adequadas de higiene e conforto no ambiente de trabalho.

A Norma é bem clara em questão de segurança e saúde do trabalhador. “Durante a avaliação constatamos que os servidores não terão os devidos locais para realizar  sua higiene, fazer suas necessidades e realizar sua refeição em local apropriado, devido à lotação de pessoas no local”, cita documento.

O Sindserv Santo André já  encaminhou esse laudo para a Secretaria de Administração e aguarda  providências por parte da Administração pública.











Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 3136-0953 /  9+6948-7446
Editora e Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa MTB 28121
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Eunice Lopes, servidora de Limeira, é a nova presidenta da FETAM-SP