Santo André, * *

Vereador Eduardo Leite parabeniza projeto do Sindicato de combate à violência nas escolas
Além de Leite, os vereadores Ricardo Alvarez (PSOL) e Pedro Botaro (PSDB) colocaram seus mandatos à disposição do Sindserv para debater a minuta do PL.

Por: Viviane Barbosa, da Redação do Sindserv Santo André
Publicação: 10/11/2022

Imagem de Vereador Eduardo Leite parabeniza projeto do Sindicato de combate à violência nas escolas

ofício do vereador Eduardo Leite

O vereador Eduardo Leite encaminhou ofício para o Sindserv Santo André no qual requereu “voto de aplausos ao Sindicato pela Campanha de Combate à Violência nas Escolas" . No texto, Leite disse que “as violências e ameaças se repetem constantemente contra educadores, e têm gerado grande preocupação na comunidade escolar". 

Também disse que acolher os estudantes, buscar a aproximação com as famílias e qualificar os profissionais da educação são algumas das ações necessárias para enfrentar o problema da violência no ambiente escolar.

Além de Leite, os vereadores Ricardo Alvarez (PSOL) e Pedro Botaro (PSDB) colocaram seus mandatos à disposição do Sindserv para debater a minuta do PL.

Violência recorrente nas unidades escolares

Os dirigentes do Sindserv Santo André estão conversando com os vereadores da Câmara Municipal para que coloquem em pauta o Projeto de Lei que propõe a criação de uma “Política de Prevenção à Violência contra os Profissionais da Educação nas escolas municipais”.

De autoria do Sindicato, a minuta do PL foi apresentada, no dia 27 de outubro, pela diretora do Sindicato, a professora da rede municipal, Mirvane Dias, durante sua fala na Tribuna Livre da Câmara.

Entre as medidas, o PL prevê estimular a reflexão acerca da violência física e moral cometida contra os profissionais da Educação, no exercício de suas atividades, seja educacional ou acadêmica nas escolas, centro de formação de educadores ou comunidades.

Outra ação é a implementação de medidas preventivas, cautelares e punitivas para situações em que os profissionais da Educação estejam sob risco de violência e de coação que possa comprometer sua integridade física e moral.



Os educadores e professores estão abalados e vivem com medo diariamente. Na Tribuna Livre, Mirvane (foto) falou de inúmeros casos de agressões contra os profissionais da Educação ocorridos nas escolas municipais de Santo André, destacando os casos recentes de uma ADI que foi covardemente agredida por uma mãe na Creche Irmã Rosina da Silva, no dia 20 de outubro, e do assalto ocorrido, no 1º de novembro, envolvendo a diretora da Creche Beth Lobo, que foi  assaltada e tomou um tiro de raspão na cabeça. O bandido atirou para matar. “O que esperamos dessa Casa e do governo municipal é muito mais que aplausos e elogios pelo trabalho desempenhado. O que precisamos é atitude”, frisa Mirvane.
 

Apoio dos Vereadores 

O vereador Eduardo Leite encaminhou ofício nesta sexta-feira (4/11), para o Sindserv Santo André no qual requereu “voto de aplausos ao Sindicato pela Campanha de Combate à Violência nas Escolas" .

No texto, Leite disse que “as violências e ameaças se repetem constantemente contra educadores, e têm gerado grande preocupação na comunidade escolar". 

Também disse que acolher os estudantes, buscar a aproximação com as famílias e qualificar os profissionais da educação são algumas das ações necessárias para enfrentar o problema da violência no ambiente escolar.

Além de Leite, os vereadores Ricardo Alvarez (PSOL) e Pedro Botaro (PSDB) colocaram seus mandatos à disposição do Sindserv para debater a minuta do PL.

Acesse aqui a minuta de PL 

 




Assessoria de Comunicação e Imprensa -Mídia Consulte Comunicação & Marketing
WhatsApp: 55 + (11) 9+6948-7450
Editora e Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa MTB 28121
Assessoria de Tecnologia da Informação e Website: Egberto Lima
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br


 

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

Consciência Negra 2022: Contra o Racismo: Lute e Resista - 26 de novembro de 2022-Valdir Lopes