Santo André, * *

#EssaÉNossaLuta: Paulo Serra, o servidor exige uma assistência Médica de Qualidade - Faça sua parte!
Em nota, o Sindserv esclarece a verdade dos fatos que  o senhor Prefeito deveria ter falado na sua “live” para os servidores e cidadãos andreenses

Por: Redação Sindserv Santo André
Publicação: 22/02/2018

Imagem de #EssaÉNossaLuta: Paulo Serra, o servidor exige uma assistência Médica de Qualidade - Faça sua parte!

Servidora protesta no Ato no Paço organizado pelo Sindserv Santo André no dia 18/2 - foto: Thifany Silva

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santo André (Sindserv) vem a público esclarecer à categoria a respeito dos comentários feitos na noite de quarta-feira (21), pelo Prefeito Paulo Serra (PSDB), em sua rede social.

Questionado por um servidor como ficará a assistência médica e hospitalar dos funcionários públicos, Paulo Serra falou que o IPSA, responsável pela contratação do convênio, cumpriu todos os requisitos exigidos no processo licitatório e que a GreenLine, vencedora então do Pregão, ainda não foi homologada, mas se estiver tudo certo, caberá à Prefeitura “fiscalizar” a então contratada. 

Paulo Serra fez uma provocação ao Sindserv Santo André ao dizer: “A GreenLine atende os próprios membros do Sindicato. Então, se o serviço não é bom, porque ninguém cobrou”.

Bom,  vamos esclarecer a verdade dos fatos que  o senhor Prefeito deveria ter falado na sua “live” para os servidores e cidadãos andreenses: 
 

1) Hoje a nova Direção do Sindicato não oferece a GreenLine como benefício para os associados. Esse plano foi oferecido há mais de 15 anos pela então gestão da época e somente para os associados celetistas, porque a Prefeitura não oferecia nenhum tipo de cobertura médica/hospitalar para eles e seus dependentes. 

2)  Cadê o diálogo Prefeito? Até agora não houve negociação da Prefeitura para muitas decisões que atingem diretamente os servidores. Ao contrário: as decisões do Governo Paulo Serra têm sido tomadas de cima para baixo, impostas e sem consulta com os trabalhadores. Temos como exemplos: o caso do Vale-Transporte e dos descontos arbitrários em folha  de pagamento. 

3)   O Sindicato representa  a vontade do funcionalismo andreense que exige neste momento um convênio médico de qualidade para todos e o cancelamento do Pregão de Licitação do IPSA, que foi realizado em cima da hora, sem debate prévio e envolvimento dos trabalhadores.  

4)  Para que haja “transparência senhor Prefeito”, o Sindserv quer que o processo de licitação seja impugnado, porque não houve debate aprofundado das necessidades de mudança e os servidores públicos -- principal parte envolvida -- também não foram consultados.  

5)   Os servidores têm motivos de sobra para repudiar a GreenLine: foi acusada de fraude em documentações no próprio IPSA em Licitação em 2016;  foi recusada pelos trabalhadores da Prefeitura de São Caetano pelos péssimos atendimentos e ainda foi proibida de participar de licitações, segundo o  Tribunal de Contas do Estado. Também na Prefeitura de São Bernardo é alvo de constantes reclamações dos servidores.

6)  Independente da posição do Governo, o Sindserv Santo André  dará continuidade ao movimento  em defesa de uma Assistência Médica de Qualidade, que reuniu até agora nos três atos públicos realizados na Câmara dos Vereadores e no Paço Municipal mais de mil servidores andreenses, que anseiam melhorias na qualidade médica e hospitalar. São mais de 26, 2 mil usuários beneficiados, entre servidores e dependentes, que precisam ser tratados com dignidade, respeito e responsabilidade! 

Direção do Sindserv Santo André


Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 3136-0953 /  9+6948-7449
Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

21/06 - Tribuna Livre e Audiência sobre o Orçamento Municipal