Santo André, * *

Sindserv Santo André pede ao IPSA documentação da Greenline para análise 
Objetivo é analisar se a empresa tem capacidade de atendimento, rede credenciada e, principalmente, condições para atender hoje as mais de 26,2 mil servidores e seus familiares

Por: Redação Sindserv Santo André
Publicação: 08/02/2018

Imagem de Sindserv Santo André pede ao IPSA documentação da Greenline para análise 

Diretores do Sindicato em frente ao prédio do IPSA - foto: Thiago Olliver

O Sindserv Santo André vai pedir ao Instituto de Previdência de Santo André (IPSA) vistas à documentação da empresa vencedora do Pregão de Licitação do convênio médico, realizado na quarta-feira, 7 de fevereiro, na sede do órgão. 

O Instituto informou nesta quinta-feira (8)  que a assistência médica Greenline estava com a documentação em ordem e, portanto, foi a vencedora do Pregão. Porém, a segunda colocada na Licitação, a Intermédica entrou com recurso, que será analisado no prazo de três dias para uma eventual impugnação.  

Ao solicitar a documentação da Greenline, o Sindserv quer analisar se a empresa tem capacidade de atendimento, rede credenciada e, principalmente, condições para atender hoje os mais de 26,2 mil servidores e seus familiares na cidade de Santo André. 

O Sindicato tem essa preocupação, principalmente, por conta de notícias veiculadas na grande imprensa. No ano passado, a Prefeitura de São Caetano do Sul suspendeu o contrato com a Greenline, após “insatisfação” dos servidores. 

Menor custo

No Pregão do IPSA, a Greenline apresentou o menor custo, R$ 159,00 por vida. A NotreDame ficou em segundo lugar, com o valor de R$ 160,00. Também concorreram as empresas BioSaúde e Bio-Vida, mas suas ofertas ficaram muito superiores (R$ 247,00 e R$ 301,00, respectivamente) e ambas desistiram da disputa. 

Segundo o IPSA, o prazo contratual de prestação de serviços da empresa médica é de cinco anos, sendo negociado todo ano. 

Pregão em cima da hora

O IPSA anunciou no dia 25 de janeiro, ou seja, em cima da hora, um edital para solicitar novas propostas de gestores do contrato de convênio médico. 

Na reunião convocada pelo Sindicato, no dia 1º de fevereiro, os servidores manifestaram indignação com o Instituto que divulgou o pregão na semana seguinte –  prazo curtíssimo,  dificultando um debate mais aprofundado sobre as necessidades de mudança. 

Qualidade na assistência médica

A preocupação do Sindserv é com a qualidade dos serviços médicos e hospitalares prestados aos servidores andreenses, que em gestões anteriores já tem sido alvo de reclamações por parte dos servidores. 

Ao tomar conhecimento da documentação da Greenline, o Sindicato vai analisar minuciosamente e fará as exigências necessárias, bem como cobrará da Prefeitura de Santo André que faça a parte dela e aumente o repasse para o IPSA, para garantir um atendimento melhor à saúde dos funcionários públicos.

O Sindserv  reforça que os servidores e servidoras serão consultados sobre que ações que deverão ser tomadas para garantir de fato uma assistência médica digna e de qualidade para todos em Santo André.

Direção do Sindserv Santo André 


Comunicação e Imprensa do SindServ Santo André
Agência: Mídia Consulte Comunicação & Marketing
Fone: 55 + (11) 3136-0953 /  9+6948-7449
Assessora de Imprensa: Viviane Barbosa Mtb-28121
Redatora: Vanessa Barboza Mtb-74572
Redação: jornalismo@midiaconsulte.com.br

Mídia

Facebook

Galeria de Fotos

21/06 - Tribuna Livre e Audiência sobre o Orçamento Municipal